Audição - AudioSaude

Apoio Cliente

210105660

Apoio Cliente

210105660

Ir para o conteúdo
A Audição
Causas da Perda de Audição
A perda de audição pode ocorrer em qualquer momento da nossa vida. A causa mais comum é a idade avançada ou a exposição ao ruído, que também pode provocar lesões no ouvido. Para o uso de aparelhos auditivos, não importa a causa da perda de audição.
Acima dos 60 anos, é normal perder alguma capacidade auditiva. Alguns dos sinais de que não ouve bem podem ser:
•  Não compreender conversas;
•  Perda de confiança;
•  Evitar ocasiões sociais ou reuniões familiares;
•  Pedir a outras pessoas para repetir o que disseram;
•  Dificuldade em ouvir a televisão, rádio ou telefone;
•  Dificuldade em localizar a fonte dos sons - de frente, atrás de si, da sua direita ou esquerda.
Como tratar?
Se identifica algum ou vários dos sinais enumerados, marque agora a sua demostração auditiva, gratuita, em qualquer um dos nossos centros auditivos e assegure uma melhor audição para melhorar a sua qualidade de vida!
O que é deficiência auditiva
Deficiência auditiva (perda auditiva) é quando a habilidade auditiva da pessoa é reduzida. Deficiência auditiva faz com que a pessoa tenha dificuldade de ouvir diálogos e outros sons.
As causas mais comuns de deficiência auditiva (perda auditiva) são ruídos e envelhecimento. Na maioria dos casos deficiência auditiva não pode ser curada. Deficiência auditiva é, normalmente, tratada com o uso de aparelhos auditivos.
Causas de deficiência auditiva
Deficiência auditiva pode ser causada por vários fatores, mas o envelhecimento e o ruído são as duas causas mais comuns. Perder a audição com a idade é uma consequência natural. A nossa capacidade auditiva piora aos 30 e 40 anos de idade, e daí para frente. Mais de metade das pessoas, ao atingir 80 anos de idade, sofre significantemente de deficiência auditiva, conhecida como perda auditiva relacionada à idade, Presbiacusia. Outro motivo comum de deficiência auditiva é exposição a ruídos.A deficiência auditiva pode ser uma consequência de se viver num mundo ruidoso. Tais ruídos surgem no nosso ambiente de trabalho ou exposições a ruídos, como ruídos de motores ou sons altos em concertos, clubes noturnos, discotecas, como também com o uso de aparelhos , com ou sem headphones. O uso excessivo de aparelhos mp3 aumenta as hipoteses de deficiência auditiva.
Deficiência auditiva pode também ocorrer como resultado de outros fatores, e pode ser causada por:
•  Algumas doenças e infecções;
•  Certos tipos de síndromes;
•  Medicamentos e fármacos;
•  Danos no ouvido;
•  Lesões na cabeça;
•  Malformações congénitas do ouvido ou entupimento no ouvido;
•  Fatores genéticos;
•  Tumores na cabeça;
•  Alcoolismo e tabagismo;
•  Solventes;
•  Colesterol.
Tipos de deficiência auditiva
Perda auditiva pode ser sensorioneural, condutiva e mista. A perda auditiva sensorioneural é causada devido a danos ocorridos nas células ciliadas no ouvido interno. A perda auditiva relacionada à idade, conhecida também como Presbiacusia é um tipo de perda auditiva sensorioneural , e a perda auditiva induzida por ruído é uma perda auditiva permanente causada por exposição prolongada a níveis altos de ruído.
A perda auditiva condutiva é uma deficiência auditiva em que a habilidade auditiva para conduzir o som para o ouvido interno é bloqueada ou reduzida.
Se houver problemas ao conduzir o som para o ouvido interno e as células ciliadas, no ouvido interno, forem danificadas, ao mesmo tempo, isso chama-se perda auditiva mista. Uma combinação de perda auditiva condutiva e perda auditiva sensorioneural.
A perda auditiva pode ser também perda auditiva bilateral ou perda auditiva unilateral.
A pessoa pode ter também perda auditiva num só ouvido. Chama-se a isto perda auditiva unilateral ou surdez unilateral. A perda auditiva em ambos os ouvidos é chamada de perda auditiva bilateral.
A perda auditiva pode ocorrer súbitamente, de um dia para outro, o que é conhecido como perda auditiva súbita.
Em alguns casos a perda auditiva pode ser oculta, que é um tipo de perda auditiva que não pode ser medida através de um teste auditivo comum. A pessoa pode ter perda auditiva oculta se tiver dificuldade de ouvir em situações com ruído de fundo.
Sintomas de deficiência auditiva
A maioria dos casos de perda auditiva desenvolve-se gradualmente, e os sintomas são frequentementes difíceis de serem reconhecidos. Se tem experimentado alguns sinais relacionados à dificuldade de ouvir e perceber deve contatar um Especialista  para que seja feito um teste auditivo.
Como testar sua audição?
Um teste auditivo é constituído de vários exames, os quais quando feitos juntos podem determinar se sofre ou não de perda auditiva e qual é o grau, a intensidade dea perda. Um teste auditivo é feito por um profissional de audição com equipamentos profissionais.
Definição de deficiência auditiva
Deficiência auditiva é dividida em categorias, e as categorias mais comuns da classificação de deficiência auditiva são: suave, moderada, severa e perda auditiva profunda.
Se tem deficiência auditiva suave, o som mais baixo que você pode ouvir, quando sua audição está em ótimas condições é entre 25 e 40 dB (decibéis). E ao ter deficiência auditiva moderada, o som mais baixo que você consegue ouvir, com as mesmas condições auditivas mencionadas anteriormente, vai de 40 e 70 dB; e se  tem deficiência auditiva severa, perante o estimulo mencionado, o som mais baixo que você consegue ouvir é entre 70 e 95 dB. E caso tenha deficiência auditiva profunda, o som mais baixo vai de 95 dB, ou mais elevado.
Prevalência de deficiência auditiva
A deficiência auditiva está bastante difundida.
Se fizer um teste auditivo, com um número grande de pessoas, logo perceberá que uma entre seis pessoas tem perda auditiva. A definição perda auditiva é reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS), e isso significa que, cerca de 17 % de todos os adultos têm perda auditiva.
Quanto mais velho nos tornamos, maiores são as hipoteses de termos perda auditiva.
Prevenção de deficiência auditiva
A exposição diária a ruídos está relacionada diretamente ao risco de prejudicar a audição. Somos expostos a ruídos diariamente. Por exemplo, quando usamos headphones, no trânsito, no cinema, em estádios, em lugares públicos, e no trabalho. Se o nível de ruído é muito alto, recomenda-se o uso de tampões no ouvido.
Consequências de deficiência auditiva
Deficiência auditiva pode ter várias consequências, e as implicações diferem de pessoa para pessoa. Mas a maioria das pessoas, com dificuldade auditiva, sofre de algum tipo de problema de interacção social, psicológico e/ou físico, como resultado de sua perda auditiva.
Crianças e deficiência auditiva
As crianças podem também experimentar perda auditiva. E perda auditiva em crianças pequenas é normalmente causada por fatores genéticos, anormalias físicas no ouvido, ou pode também ser causada por doença. Nas crianças mais velhas, especialmente os adolescentes, alguns problemas auditivos podem estar relacionados, com frequência, com a exposição a ruídos.
Tratamento de deficiência auditiva
A deficiência auditiva pode ser tratada, mas a audição não pode ser restaurada. Na maioria dos casos, a perda auditiva é tratada com o uso de aparelho auditivo. Algumas perdas auditivas são tratadas com diferentes tipos de implantes, e cirurgias podem curar alguns tipos de perda auditiva condutiva.
 Perda auditiva sensorioneural pode ser tratada, normalmente, com o uso de aparelho auditivo. Já a perda auditiva condutiva pode, com frequência, ser tratada com procedimento cirúrgico, ou através de remoção do entupimento auditivo. Em alguns casos, é necessário o uso de aparelho auditivo ou implantes. A perda auditiva súbita pode ser tratada imediatamente e o tratamento, com frequência, envolve o uso de esteróides.
Solicito Contacto







Voltar para o conteúdo